Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo.

Fechar

Conquista do Bruno Scabar - A importância do Feedback em um processo de Recolocação Profissional

Sempre que inicia um novo cliente fico entusiasmada para conhecer sua história de vida, carreira, perfil, projetos, motivo dos desligamentos, família, valores... enfim, são histórias da vida real, cheias de emoções, altos e baixos, certezas e incertezas, pequenas e grandes descobertas. Para mim é um privilégio fazer parte de um pedacinho desta história e impulsionar, orientar, auxiliar para uma nova conquista.

Hoje vou compartilhar a história de Bruno Scabar (Gerente Financeiro, na qual nós conquistamos a sua amizade e sua nova empresa um excelente profissional. A transição de carreira dele foi um projeto bem bacana e fazer a diferença para ele e toda sua família é o que nos move. 

Bruno comentou na avaliação do trabalho conosco: “Gostaria de registrar que fui desde o início muito bem amparado, atendido e suportado tecnicamente. Os feedbacks realizados foram essenciais para meu crescimento como profissional. Me senti o tempo todo amparo e apoiado em todos os sentidos”. 

O papel de um Consultor de Carreira na condução de um Programa de Outplacement (Recolocação Profissional) é dar um feedback franco, pontual e que ajude a ampliar a percepção e possibilidades. Normalmente estes feedbacks são sobre a empregabilidade, carreira, simulado de entrevista, comunicação, liderança, entre outros muitos pontos. 

Sempre que vou dar um feedback a alguém começo por pedir permissão para expor a minha opinião e pontos de vista. A escuta ativa e anotações que faço ao longo da nossa conversa ajuda muito, pois procuro descrever a situação ocorrida ou observada e propor ajuda, orientação e acompanhamento. 

Um exemplo disso acontece ao final do simulado de entrevista. É a hora mais rica deste processo, pois o cliente passa a entender o que passa na cabeça de um selecionador. Na maior parte das vezes são detalhes, pequenos ajustes e que dão segurança e confiança para o candidato. 

O feedback deverá ser sempre direto, contextualizado, exemplificado e transparente, visando o aperfeiçoamento do profissional e com muito respeito. Podendo destacar pontos positivos de atuação ou sugerir melhorias no comportamento e desempenho:

Feedback Positivo: reconhecimento pelo comportamento adequado, alinhado com as responsabilidades assumidas, atingindo os resultados esperados ou indo além das expectativas e metas. Traz satisfação pessoal e profissional, validando a importância de um trabalho bem-feito, motivando a continuação desse desempenho e fortalecendo o engajamento. Pode ser realizado em público ou em reuniões de equipe, expondo o sucesso e incentivando outros colaboradores a seguirem o exemplo.

Feedback Útil: também chamado de negativo ou de desenvolvimento, é uma oportunidade de redirecionar ações e comportamentos ou pontuar algo necessário para melhoria do desempenho. Precisa ser construído junto com o profissional que o está recebendo, visando ampliar a possibilidade de abertura para a aceitação do que está sendo dito. Deve ser realizado sempre em particular, evitando julgamentos e utilizando uma linguagem apropriada. Ao final, o colaborador precisa sentir-se encorajado, em condições de assumir o compromisso de seguir as orientações propostas e ter o seu aprimoramento acompanhado pelo fornecedor do feedback.

Observamos muitos benefícios do Feedback no nosso dia a dia de trabalho com nossos clientes, como:

- Inspira insights valiosos, impulsionando os talentos do profissional;

- Potencializa as competências comportamentais para o futuro; e

- Favorece a reflexão e a busca constante de melhorias.

 

Dicas para quem irá conduzir um Feedback

1- Prepare-se com antecedência, criando um roteiro baseado em informações específicas e exemplos concretos: situação, dados, comportamento assumido, ação desenvolvida, momento que ocorreu, impacto gerado;

2- Reflita cuidadosamente sobre os fatos apurados e qual será a linguagem mais adequada;

3- O foco deve estar na performance e/ou nos resultados obtidos, não no profissional;

4- Determine o melhor momento e local para iniciar a conversa, prevenindo interrupções;

5- Evite falar em nome de pessoas ausentes ou anônimas, não seja canal para as críticas de outros;

6- Descreva a situação e o comportamento observado sem fazer julgamentos, generalizações, exageros ou impondo rótulos;

7- Explique qual seria o comportamento e/ou o resultado esperado;

8- Incentive o diálogo, praticando a escuta ativa e demonstrando real interesse;

9- Não interfira enquanto o outro se posiciona;

10- Valide a sua percepção sobre o que a outra pessoa está sentindo e se ele está assimilando corretamente todo o conteúdo;

11- Construam juntos um plano de melhoria, com metas claras e prazos definidos; e

12- Faça uma recapitulação dos principais pontos da conversa e termine com palavras de incentivo.

 

Dicas para quem irá receber um Feedback

1- Nunca, jamais leve para o lado pessoal e desative o mecanismo natural de defesa;

2- Conscientize-se de que todo feedback potencializa o desenvolvimento profissional e pessoal;

3- Faça uma autoavaliação dos pontos fortes e de melhoria, resultados atingidos e comportamentos diante das situações desafiadoras;

4- Seja receptivo com todas as questões abordadas, principalmente com as desagradáveis;

5- Escute com atenção, sem interromper, se justificar ou fazer suposições do que virá a seguir;

6- Peça detalhes e exemplo de situações específicas que levaram àquela percepção;

7- Se necessário peça um tempo para refletir, evite reagir emocionalmente buscando culpados e desculpas;

8- Agradeça as colocações recebidas sobre a sua performance e metas cumpridas;

9- Baseie a sua argumentação em fatos e resultados concretos, expondo o seu ponto de vista e buscando o entendimento mútuo;

10- Estabeleça um plano de ação SMART e foque em resultados práticos;

11- Posteriormente, reflita sobre o feedback que recebeu com tranquilidade, faça sua Análise SWOT Pessoal e tire o máximo de aprendizado; e

12- Solicite novos feedbacks, periodicamente, para ter certeza de que está no caminho certo. 

Feedback é essencial para o desenvolvimento de uma trajetória de carreira de sucesso. Esta ferramenta tem o poder de alinhar expectativas, ampliar o autoconhecimento e maximizar o potencial de entrega de resultados positivos. Contribui também para que o profissional enxergue seu próprio progresso e compreenda seus pontos fortes, pontos que precisam ser aprimorados ou adquiridos rapidamente e como a sua função impacta nos objetivos de sucesso da empresa.

Depois desta leitura, espero que você já esteja preparando ou buscando o seu próximo feedback.

Quer saber mais, precisa de um suporte, uma Assessoria para sua Carreira? Entre em contato conosco e teremos prazer em também te ajudar.

Christianne Sauá Christianne Sauá Fundadora e Diretora Associada