Como responder a pergunta: Qual sua pretensão salarial?
Para profissionais em Transição de Carreira.

Esta é uma das maiores dúvidas dos nossos clientes aqui na We4You.

Atendemos profissionais vindo do Outplacement, que fizeram uma carreira dentro de empresas que se deparam com um mercado de trabalho complexo, onde esta simples questão pode tirá-los dos processos seletivos. Atualmente, o mercado está com muitos profissionais disponíveis e quando isto acontece, ou seja quanto maior a demanda, menor é a oferta salarial. Nesta hora recomendo muita cautela, estratégia e preparo para a negociação salarial.

Pesquise o piso salarial do cargo pretendido em relação ao porte da empresa (pequena, média ou grande). E quanto mais rápido se adequar, mais chances terá! Às vezes é necessário dar um passo para traz para ser reinserido mais rapidamente no mercado de trabalho. A ideia é você ir passo a passo nesta negociação, veja abaixo uma sugestão de como fazer isto e espero que esta dica possa ajudá-lo.

Lembre-se que esta é a primeira pergunta logo que inicia o processo, ainda por telefone e ao longo das etapas, e a última a ser concluída, quando você recebe a carta oferta da empresa. Num primeiro momento recomendo que diga o valor do último salário e coloque-se aberto para negociação. Básico né? Mas é assim que tudo começa.

Mas não vai parar por aí. Vão te questionar ainda querendo um número, um valor. Então, coloque-se aberto para negociação e a receber um salário conforme a faixa salarial de mercado referente ao seu cargo e porte de empresa. Mas não vai parar por aí. Vão te questionar ainda querendo um número, um valor. Mas como dar este valor? Você já sabe quais são os desafios do cargo, os benefícios, PLR, Bônus? Recomendo que obtenha mais informações da empresa contratante para poder compor um valor. Pergunte. Mas não vai parar por aí. Vão te questionar ainda querendo um número, um valor.

Nesta hora poderá dizer novamente o valor do seu último salário e reforçar que está aberto para negociar e seu interesse salarial é a partir da faixa que estava, daí para cima. Mas, reforce seu interesse e necessidade em retomar ao mercado. Pode ser que pare por aí, se o selecionador tiver uma faixa igual ou maior a que você tinha antes. Caso não tenha uma faixa maior ou igual, ainda poderão te questionar querendo um número, um valor mínimo de salário! E nesta hora não tem jeito, você precisa estar preparado para informar qual é o seu valor mínimo. Pense bem, faça suas contas e diga seu valor mínimo.

Espero que este texto ajude em suas negociações!

Escrito por:
Christianne Sauá Diretora Associada